Melhores Livros Lidos em 2017

Relendo minha lista de melhores livros lidos em 2016, vi que no ano passado eu falava do meu novo departamento e que os percalços da vida haviam me tirado o ânimo do jiu jitsu. As coisas mudaram. Neste ano de 2017, tenho muito a agradecer. Pela minha saúde e pela dos meus familiares e amigos; pelo meu trabalho (ah, eu mudei de departamento e cargo de novo); pelo jiu jitsu, que voltou com tudo e agora que ganhei a faixa roxa sigo no sonho de ser black belt antes dos 40 anos; pela minha primeira sobrinha, a Maria, que chegou com saúde alegrando a vida dos meus pais e da minha avó, que do alto de seus 85 conta com 2 filhos, 5 netos e 4 bisnetos. Por conhecer o Chile e retornar pela sexta vez consecutiva aos Estados Unidos (mesmo dizendo que não gosto dos EUA, conheci Miami). Por estarmos todos bem e vivos.

Em 2017, li muito sobre a desilusão da morte quando o destino nos prega uma peça em meio ao caos da natureza. Li bastante sobre histórias reais, de sobrevivência e como você chega à beira do abismo sem se dar conta de que está lá. Também li sobre pessoas e liderança (mas não resenhei).

Confesso que não li tanto quanto achei que leria. Li 18 livros, 4 a menos do que 2016. No meu novo departamento, descobri pessoas que assim como eu, gostam de ler e falar sobre livros. Isso me motivou a procurar novos títulos e reacendeu a necessidade de ler mais clássicos. Em um mundo onde as pessoas só falam de seriados norte americanos da modinha, encontrar pessoas que compartilham a literatura como modo de entretenimento faz um bem danado.

Segue a lista de melhores livros que li em 2017 (e assim como em 2016, Mo Yan entrou na minha lista):

  1. As Rãs – Mo Yan
  2. Na Natureza Selvagem – John Krakauer
  3. Deixado para Morrer – Beck Weathers
  4. Milagre nos Andes – Nando Parrado
  5. Para Educar Crianças Feministas – Chimamanda 
A minha meta para o próximo ano que se inicia é ser uma pessoa melhor, para os que me cercam e para mim mesma e, talvez, não me entristecer toda vez que algo não der certo porque depende do próximo: eu já não crio expectativas, mas crio esperanças (e não, não é a mesma coisa). E em se tratando de livros, gostaria de ler mais clássicos em 2018.Espero vê-los (ainda que ninguém se manifeste) todos bem. Desejo a todos que a leitura seja nosso oxigênio suplementar.

Feliz Ano Novo. Vejo vocês lá.

Anúncios

Sobre carolinayji

Desde que me conheço por gente, há algumas décadas, sou eu.
Esta entrada foi publicada em *** Listas. ligação permanente.

2 respostas a Melhores Livros Lidos em 2017

  1. Nelson Nicolini Monteiro diz:

    Feliz 2018 e boas leituras!

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

w

Connecting to %s