Queria Ver Você Feliz

Autor: Adriana Falcão
Editora: Intrínseca
Ano: 2014
Edição: 1 
Páginas: 160

Dedicatória:
Para a Rosina e a Patrícia

12353943_1510714119230685_915661792_n

Adriana Falcão é mãe da talentosa Clarice Falcão, atriz, cantora e roteirista da minha quase geração. Além disso, Adriana é roteirista de grandes seriados de sucessos na Rede Globo como A Grande Família, Comédias da Vida Privada além de adaptações cinematográficas como O Auto da Compadecida e Se Eu Fosse Você.

Queria Ver Você Feliz é uma história autobiográfica de Adriana, e contada, segundo a ótica do Amor (sim, o narrador é a personificação do Amor). A história que Amor nos conta é a de Maria Augusta e Caio, que são os pais da escritora.

A história começa na década de 30, contando como os adolescentes se conheceram ainda no Rio de Janeiro, na Fonte da Saudade, na Lagoa, bairro nobre do Rio de Janeiro. A mãe de Maria Augusta, sem concordar com o namoro dos dois, manda Maria Augusta para Porto Alegre e os dois começam a se corresponder por cartas (algumas em facsimile) e telegramas. O livro é repleto de fotografias e cartas dos dois.

O tempo passa e Caio começa a sentir muito ciúme de Maria Augusta, apesar de ela ser a parte passional e intensa do relacionamento. Caio começa a trabalhar na empresa onde seu pai trabalha, a Klabin, grande empresa no ramo de embalagens (a qual sou acionista desde 2008 até o presente momento no qual escrevo essa resenha). Por conta das inúmeras viagens que ele faz a trabalho, a correspondência por cartas (e ao longo do tempo por telefone) continua como marca registrada do casal. Como exemplo do exagero de Maria Augusta, ela escreve em uma das ausências de Caio, que estava em viagem a trabalho:

Rio de Janeiro, 15 de outubro de 1952

Caio Franco de Abreu,
Vou fingir que não li o beijinho na testa e continuo aguardando carta sua.
Cheguei à conclusão de que vou ter que escrever para você um manual de como se escrevem cartas de amor, por enquanto vai só o resumo. Uma carta de amor deve iniciar com vocativos apaixonados, como meu amor, minha amada, minha amadíssima, meu céu, meu tudo etc. Então se passa para as notícias. O último terço da carta deve falar só de saudades e o final tem que ser apoteótico. Um “o mundo não tem graça sem você, luz da minha vida” em geral funciona.
O mundo não tem graça sem você, luz da minha vida.
Maria Augusta.

As diferenças entre Caio e Maria Augusta do início do relacionamento estreitam-se ao passar dos anos de convívio conjugal. A intensidade de Maria Augusta acompanha-a até o final de sua vida. Caio, que era um mero coadjuvante, rouba a cena com a transformação (ou revelação) de sua personalidade, cada vez mais afetada pela loucura e potencial declínio da sanidade de Maria Augusta. Ela é internada por um tempo em uma clínica psiquiátrica no Rio Grande do Sul, com direito a tratamento feito à base de eletrochoques.

Juntos eles têm três filhas: Rosina, Tatiana e Adriana.

Coincidentemente neste feriado de Corpus Christi, assisti uma palestra sobre loucura e suicídio no CEMA (Centro Espírita Maria Angelica, no Recreio aqui no Rio de Janeiro). A palestrante disse que segundo os preceitos desta doutrina, as pessoas que decidem dar cabo à própria vida, no desespero da dor ou no desprendimento da loucura, caminham para um vale escuro, de pessoas com linguajar chulo e negativismo. Adriana passeia entre a loucura e o suicídio de forma leve e poética, com drama, claro.

Destaques:

[1] Tenho observado os sentimentos humanos ao longo do tempo e posso afirmar que a rejeição é um tipo de dor que causa grandes estragos.

[2] Francamente, essa mania que inventaram de te botar viajando o Brasil inteiro, além de estar me dando nos nervos não é justa com a nossa família. Se foi pra isso que você virou supervisor de vendas, a gente nem devia ter comemorado, devia era ter mandado rezar uma interminável missa de corpo presente pra você, só assim você estaria sempre presente.

Anúncios

Sobre carolinayji

Desde que me conheço por gente, há algumas décadas, sou eu.
Esta entrada foi publicada em Adriana Falcão. ligação permanente.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

w

Connecting to %s